31/08/2020

DÁ-LHE TADEI: Na Raça, Gama é campeão candango 2020!

DÁ-LHE TADEI: Na Raça, Gama é campeão candango 2020!

Barretos, 31 de Agosto de 2020 – 09h27

Henrique Fortunato

 

A missão era difícil. Comandando pelo Ex Técnico do Barretos Esporte Clube Vilson Tadei, o Gama entrou em campo na tarde do último sábado (29), no Bezerrão, precisando bater o Brasiliense por dois gols de diferença para levar aos pênaltis a decisão do Candangão 2020. Difícil, mas não impossível. O alviverde venceu por 2×0 no tempo regulamentar, converteu todos os pênaltis da decisão e levantou a taça do Candangão pela 13ª vez.

O jogo

Os primeiros 15 minutos da decisão foram de marcação cerrada do Brasiliense, que aproveitou a vantagem e esperou o Gama tomar iniciativa. O alviverde, por sua vez, tentava usar a velocidade de Everton como válvula de escape.

O primeiro chute a gol veio aos 17′. Everton encontrou Peu no meio de campo. O lateral dominou e bateu de pé direito, que não é o bom. A bola passou à direita de Fernando Henrique.

O Gama tinha mais posse de bola, mas errava muitos passes e só levava perigo na bola aérea. Em uma delas, Wallace aproveitou cruzamento e pegou de bate-pronto. Fernando Henrique mandou para escanteio.

A primeira finalização do Jacaré veio somente aos 38 minutos. Marcos Aurélio pegou uma sobra depois de um bololô na entrada da área, driblou dois marcadores e bateu, mas o chute saiu fraco.

Cinco minutos depois, outra chegada do Brasiliense. Romarinho recebeu pela esquerda e bateu com perigo. A bola saiu por cima do gol de Calaça.

 

O Gama voltou para o segundo tempo com Michel Platini no lugar de Esquerdinha, com o objetivo de povoar ainda mais a área do Brasiliense. A princípio, pareceu ter dado certo. Aos 3 minutos, Wallace cruzou na cabeça de Nunes, que completou para o gol. No entanto, o centroavante estava em posição de impedimento. Um minuto depois, Platini também teve chance de cabeça, mas mandou por cima.

O alviverde insistia na bola alçada na área. Aos 9′, Peu levantou com perigo, mas ela passou pelos dois centroavantes. Dois minutos depois, Emerson completou de cabeça, mas por cima.

Aos 11′, o Gama abriu o placar. David Souza pegou a sobra de uma bola levantada e arriscou de fora da área. A bola desviou na barriga de Everton e acabou matando Fernando Henrique. 1×0 Gama.

O Brasiliense reagiu aos 22′, com Douglas. O meia deu um drible no marcador, conduziu e arriscou de fora da área. A bola foi no travessão do goleiro Calaça.

Àquela altura, o jogo era melhor em relação ao primeiro tempo. Aos 24′, Esquerdinha chegou no carrinho em Everton e recebeu o segundo amarelo, deixando o Jacaré com um a menos.

Aos 30′, Fernando Henrique saiu mal da área e acabou criando uma confusão na disputa pela bola, até que Nunes foi derrubado. O árbitro Sávio Sampaio marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Nunes usou da tranquilidade de sempre para fazer 2×0 Gama.

A partir daí, a partida ficou aberta. O Gama tentava o terceiro gol para ser campeão no tempo normal, enquanto o Brasiliense buscava diminuir o placar, embora o técnico Márcio Fernandes tenha recuado o time antes do segundo gol sofrido.

Aos 48′, Norton quase resolveu a parada nos 90 minutos. O meia arriscou de fora da área e acertou o travessão. Foi o último lance antes do apito final: Gama 2×0 Brasiliense. A final seria decidida nos pênaltis!

Nas penalidades, Rodrigo e Sandy perderam para o Brasiliense. O Gama converteu todas que teve de bater. Por ironia do destino, Nunes, artilheiro do campeonato, era o quinto batedor e não precisou ir à marca da cal. Confira os detalhes das cobranças:

Zé Love abriu as cobranças com uma batida firme, no alto. 1×0 Jacaré;

Platini bateu no meio do gol e empatou para o Gama. 1×1;

Douglas bateu cruzado, deslocando Calaça. 2×1 Brasiliense;

Norton também deslocou o goleiro e deixou tudo igual de novo. 2×2;

Rodrigo pegou mal na bola, mandando para fora. 2×2;

Peu mandou a bola na bochecha da rede e colocou o Gama à frente. 3×2 Gama;

Aldo bateu bem, no canto direito, e empatou. 3×3;

Malaquias bateu no mesmo canto de Peu e fez mais um para o alviverde. Gama 4×3;

Sandy foi para a bola sem chance para errar. Errou. Bateu no canto esquerdo, e Calaça pegou, encerrando a disputa de pênaltis: Gama 4×3 Brasiliense.

Pela 13ª vez, a Sociedade Esportiva do Gama é campeã do Candangão 2020!