15/01/2021

MOTOVELOCIDADE: Marciano Branco se destaca em competições no Paraná

MOTOVELOCIDADE: Marciano Branco se destaca em competições no Paraná

Gustavo Mialich

MOTOVELOCIDADE: Marciano Branco se destaca em competições no Paraná

 

Em um bate-papo com a Web Radio Barretos Marciano explicou sua ligação com a cidade de Barretos. Siga abaixo o depoimento de Branco:

Nasci em Novo Horizonte/SP em 1977, fui adotado e acolhido por Barretos em 1984, cidade que tenho carinho e consideração imensos, onde conquistei amizades que a cultivo mesmo à distância até hoje, formado em Direito na 1.ª turma do UNIFEB, advoguei em Barretos por 5 anos, quando me mudei para Medianeira/PR em abril de 2008, aqui exerço a Advocacia desde então, em 2012 me casei com a Jessica, temos 2 filhos, Valentina e Joaquim, nossas joias preciosas.

Em 2012, fui picado pelo mosquito da adrenalina com uma moto 1000 cilindradas, em 2014 após o nascimento da minha filha Valentina, me desfiz da moto, porém os equipamentos  de segurança permaneceram guardadinhos, sempre na esperança de logo adquirir outra.

Nessa época já havia experimentado o treino em autódromo, os chamados Tack Days, no Autódromo Internacional de Cascavel/PR, em 2015 com uma moto de 600 cilindradas, dei algumas passeadas com ela pelas estradas da vida, ai no segundo semestre de 2016, participei da minha primeira corrida, na categoria 600 cilindradas  Escola, pela Copa Paraná Sul de Motovelocidade, com a moto ainda toda de rua, só havia retirado a placa, retrovisores e setas traseiras, conquistei um 3.º lugar, pronto, a bagunça estava feita, decidi ai que não queria mais andar em ruas e rodovias, em 2016 ainda, com a moto de rua, participei de mais uma etapa da Copa Paraná Sul de Motovelocidade, nesta mesma categoria Escola, fiquei em 4.º nessa corrida, foi o suficiente para decidir correr de vez.

Em 2017, com a moto de pista, carenagens, pneus e ajustes apropriados de mecânica e eletrônica, com a ajuda de amigos patrocinadores, uma vez que o custo por corrida chega hoje a aproximadamente R$ 4.500,00 (inscrição, pneus, mecânico, hotel, alimentação), combustível, despesas de deslocamento), participei das 8 etapas da Copa Paraná Sul de Motovelocidade, com uma queda na quinta etapa, ainda fui vice-campeão da categoria 600 cilindradas Escola, ficando empatado com o campeão em número de pontos (181), porém com uma vitória a menos.

Em 2017, com um problema complexo de saúde na família, e uma queda em um treino comemorativo para entrega de premiação em dezembro, além de dificuldades financeiras, me fizeram não participar da temporada 2018.

De volta em 2019, mais uma vez com a ajuda de Amigos Patrocinadores, fui vice campeão do Campeonato Paranaense de Motovelocidade, categoria 600 Cilindradas Master, e 3.º colocado na Copa Paraná Sul de Motovelocidade na categoria 600 Cilindradas Ligth.

Agora nesse ano de 2020, por conta da pandemia, tivemos uma temporada bem curta, com 2 etapas duplas, 4 corridas, na verdade tivemos a 1.ª e 2.ª etapas, em novembro, e por conta da pandemia, a 3.ª e 4.ª etapas foram suspensas e devem ocorrer agora em 2021, na primeira etapa no sábado 21 de novembro fiquei em 3.º na categoria 600 ligth da Copa Paraná Sul e em 2.º na mesma categoria no Campeonato Paranaense de Motovelocidade, na segunda etapa no domingo, alinhei no grid porém não completei a primeira volta e abandonei a corrida com problemas eletrônicos e elétricos na moto.

Em 2021, a ansiedade está a milhão, primeiro para terminar a temporada de 2020, e depois para iniciar a temporada 2021, sempre com a ajuda de Amigos Patrocinadores, uma vez que o custo por etapa ira em torno de R$ 4.500,00.